20 de nov de 2013

ARQUEIRO VERDE GANHA MASCARA EM ARROW

Apesar do Arqueiro Verde a série "Arrow" ter maquiagem aplicada como uma máscara, deixando seu rosto obscurecido por um capuz, ele ainda terá uma máscara real na mesma linha que o seu homólogo dos quadrinhos. 

No entanto, fotos postadas no Entertainment Weekly indicam que a máscara está a caminho para o herói da série CW em 11 de dezembro .

"Conceitualmente , era algo que queríamos fazer porque o próprio Oliver está evoluindo como o Arrow, de vigilante a herói, e queríamos ver essa progressão em seu traje." disse o Produtor Executivo Andrew Kreisberg

"Como Oliver está abraçando a fase herói , ser um herói significa sair do escuro e ser mais um símbolo, então ele tem que tomar medidas para esconder sua identidade mais .... Vai permitir o Arqueiro interagir com as pessoas que não conhecem a sua identidade do que manter a cabeça para baixo."

A figurinista Maya Mani apresentou cerca de 50 opções de máscara para os produtores antes de escolher.

" Ele não apenas coloca uma máscara. É realmente um grande ponto da trama em um episódio , e realmente há uma história por trás, não só a necessidade da máscara, mas também o que lhe proporciona isso", disse Kreisberg. "Vai ser um pouco de surpresa, e uma vez que eles vêem como a máscara é apresentada , eu acho que as pessoas vão realmente se animar sobre isso."

O episódio de "Arrow" em que será apresentada a máscar, será também o segundo episódio com Grant Gustin como Barry Allen  dia 11 de dezembro.


CURTA HOMENAGEIA MICKEY MOUSE


Após estrear há 85 anos no cinema com “O vapor Willie”, Mickey Mouse volta às telas no curta-metragem “Hora de viajar!”, que estreará durante as exibições do filme “Frozen: Uma aventura congelante”, o novo longa dos estúdios Disney.

“Hora de viajar!”, dirigido por Lauren MacMullan e pré-selecionado para o Oscar na categoria de curta de animação, conta com Mickey, sua inseparável Minnie e seus amigos, o cavalo Horacio e a vaca Clarabelle.

Na aventura, eles se divertem em uma carroça de feno, até que o arqui-inimigo de Mickey, João Bafo de Onça, aparece para acabar com a diversão na estrada.

A tecnologia permitiu aos autores construir a história com as falas originais de Walt Disney, o primeiro a dar voz ao mítico roedor, ao reunir cortes procedentes de filmes antigos.

No roteiro e na estética, o filme é uma homenagem a “O vapor Willie”, apresentando um diálogo entre passado e presente, misturando o colorido com o preto e branco, desenhos à mão e gráficos de computador.

Batizado inicialmente como Mortimer, foi ideia da esposa de Walt Disney, Lilly, mudar o nome do camundongo para Mickey. Em 1932, a Academia de Hollywood premiou Disney com um Oscar honorífico (destinados a premiar circunstâncias particulares que, segundo a Academia, não poderiam ser recompensadas com os troféus tradicionais) por sua criação.

Com os anos, Mickey Mouse se tornou fonte de inspiração para muitos artistas. Andy Warhol, maior nome do movimento de pop art, lhe dedicou uma série de quadros em 1981. Desde 1978, o roedor conta com sua própria estrela na Calçada da Fama. 

Com estreia marcada para o dia 29 deste mês nos Estados Unidos, “Frozen: Uma aventura congelante” é uma animação musical feita por computação gráfica. No Brasil, o filme chega aos cinemas em 3 de janeiro de 2014.

APÓS ROUBO DA MÔNICA, AGORA É A VEZ DO SANSÃO

Depois de uma estátua da Mônica sumir e ser encontrada na semana passada em um terreno baldio em Guarulhos, na Grande São Paulo, a vítima seguinte foi o seu coelho de estimação, o Sansão.

O brinquedo preferido da personagem de Maurício de Sousa foi levado na madrugada de ontem da estátua instalada na rua Bela Cintra com a alameda Tietê, nos Jardins (zona oeste da cidade).

Ontem, a polícia não se manifestou sobre o assunto.

Para celebrar os 50 anos da personagem, foram espalhadas pela cidade 50 estátuas da Mônica, personalizadas por artistas. Cada boneco de fibra de vidro tem 1,60 metro e cerca de 15 quilos.

No primeiro roubo, a Mônica ficou só 3 horas exposta na rua Oscar Freire. Recuperada, agora está na Paulista.

A estátua da Mônica com o sanção (Foto: Reprodução/ TV Globo)Estátua da Mônica só com as orelhas do sanção (Foto: Reprodução/ TV Globo)

REVELADO MISTERIOSO MEMBRO DOS GUARDIÕES DA GALÁXIA

No início deste mês, a Marvel Comics divulgou detalhes sobre seus "Guardiões da Galáxia", que introduz o Capitão Marvel como um membro da equipe intergaláctico. 

A capa mostra com o anúncio também continha uma figura central às escuras e revelou a identidade do membro da equipe de mistério: Venom.

Escrito por Brian Michael Bendis e com arte de Nick Bradshaw, "Guardiões da Galáxia" apresenta os dois novos membros da equipe, em maio, três meses antes do previsto filme da equipe. 

A edição também contém uma história de back-up por Dan Slott e Giuseppe Camuncoli que prepara o palco para Spider-Man de 2014.

  

STORMWATCH CANCELADA!

A DC Comics anunciou que StormWatch #30, prevista para lançamento em abril, será a edição final. 

Jeremy Roberts, cuja inclusão em Harley Quinn #0, veio como resultado da caça à talentos promovida pela editora para Harley Quinn, será o desenhista da derradeira edição.

A DC disponibilizou dois esboços de Stormwatch por Roberts. Veja as miniaturas abaixo.

 

19 de nov de 2013

BATMAN ETERNAL TEM TEASER MISTERIOSO REVELADO

A DC Comics e  Scott Snyder, revelaram um teaser de Jason Fabok para o próximo ano em Batman Eternal, HQ semanal com 52 edições que fará parte das comemorações dos 70 anos do Homem-Morcego, em que o herói estará interagindo com Gotham e a eternidade.

Ele diz que o desenho, assinado por Jay Fabok, tem varias pistas sobre o que teremos durante o curso de Eternal, que promete modificar o status quo do Batman e de Gotham City.

Batman: Eternal sera lançada nos EUA no começo de 2014. No Brasil, deve aparecer entre o final de 2014 e o começo de 2015.

Batman Eternal será lançado na primavera de 2014 e vai interagir com o título principal do herói após o fim do arco Zero Year. O roteirista Scott Snyder será o supervisor da série, enquanto quatro escritores, James Tynion IV, John Layman, Ray Fawkes e Tim Seeley, vão se revezar nos roteiros das edições. 

Por enquanto, o único artista confirmado é Jay Fabok.

MARVEL DÁ REBOOT NO QUARTETO FANTÁSTICO

  

A Marvel Comics anunciou que está relançando Fantastic Four novamente em fevereiro, com nova equipe criativa, o escritor James Robinson e o artista Leonard Kirk.

Nesta nova série a vida do Quarteto Fantástico é cheia de voltas e reviravoltas mortais . Eles exploraram outras dimensões , lutou monstros terríveis e ficaram juntos contra alguns dos mais mortais vilões do Universo Marvel! Mas eles sempre fizeram juntos. Então o que acontece quando o grupo segue caminhos separados?

O Quarteto Fantástico foi despejado do edifício Baxter e terá que enfrentar os Vingadores. O Coisa está preso acusado de assassinato, o Tocha Humana perdeu seus poderes, o Homem-Dragão foi condenado à morte, a imaginação de Franklin Richards está se tornando realidade e Valéria Richards está sozinha. 

Tudo isso tem como causa uma força maligna que está lentamente corroendo o grupo, segundo Robinson. 

Fantastic Four #1 também contará com uma capa de Leonard Kirk e uma versão alternativa ilustrada por Alex Ross

NOVA SÉRIE DO CRIADOR DE THE WALKING DEAD ADAPTADA PARA TV

A FOX International Channels ( FIC ) anunciou que a Cinemax adquiriu os direitos dos EUA para o drama de exorcismo, Outcast, do  criador de The Walking Dead, Robert Kirkman.

Outcast segue Kyle Barnes, um jovem que tem sido assolado por posse desde que ele era uma criança. Agora adulto, ele embarca em uma jornada para encontrar respostas, mas o que ele descobre pode significar o fim da vida na Terra como a conhecemos .

"Apesar do sucesso de The Walking Dead , Outcast é apenas a minha segunda incursão no gênero horror Eu acho que Kyle Barnes é tão convincente quanto Rick Grimes e possessão demoníaca é muito mais assustadora do que zumbis. Então isso vai ser divertido, " disse Kirkman em seu comunicado em seu comunicado.

Ele disse também que será uma revista mensal, com arte de Paul Azaceta. O título lidará com possessões demoníacas e será publicado em 2014.

Kirkman vai ser o produtor executivo junto com David Alpert.

NOVIDADES SOBRE REVOLUTIONARY WAR DA MARVEL UK

Em julho a Marvel Comics anunciou Revolutionary War, nova série que resgata os personagens ingleses da Marvel UK. Agora, a trama ganhou seus detalhes, com o anúncio de três especiais para janeiro.

Tudo começa em Revolutionary War: Alpha, com roteiro de Andy Lanning e Alan Cowsill e arte de Rich Elson, onde, Capitão Britânia, Pete Wisdom, Motormouth & Killpower, Warheads, o Espectro (Death´s Head II) e outros heróis britânicos se unem pela primeira vez em 20 anos para deter uma ameaça que pode destruir o mundo.

A trama segue em Revolutionary War: Dark Angel, onde Shevaun Haldane tem uma perturbadora visão no Castelo Darkmoor, que lhe revela o perigo que ameaça os heróis britânicos. Sem tempo ou escolha, ela volta a vestir o uniforme de Anjo Negro numa aventura que explora o passado, presente e futuro da Marvel UK, com roteiro de Kieron Gillen e arte por Dietrich Smith.

Fechando o mês está Revolutionary War: Knights of Pendragon, com roteiro de Rob Williams e arte de Simon Coleby, onde numa escavação de uma corporação acaba trazendo à tona uma antiga base da Mys-Tech, onde experimentos de clonagem mágica eram feitos, liberando antigos mistérios e monstros que só poderão ser combatidos pelos Cavaleiros de Pendragon, Dai Thomas, Pete Wisdom e Union Jack.

As três edições têm 32 páginas ao preço de US$ 3,99, com capas por Mark Brooks.

Embora a Marvel não tenha se pronunciado a respeito, os rumores apontam para mais edições nos meses seguintes, totalizando oito especiais.

NOVA X-FORCE!

A Marvel Comics anunciou uma nova série da X -Force por Si Spurrier e Rock-He Kim com lançamento previsto para fevereiro.

O Universo Marvel é um lugar diferente do que era antes e os mutantes estão em mais perigo do que nunca. Ameaças de morte estão por toda parte, e eles vão ter uma equipe diferente de qualquer outra para impedi-las antes que aconteçam . A S.H.I.E.L.D. tem os Vingadores Secretos, a Grã-Bretanha tem o MI- 13 e agora os mutantes tem a X -Force!

"Neste jogo é matar ou ser morto, e com o veterano X -Man, Cable, à frente de Psylocke , Fantomex , Marrow, e muitos outros para garantir que os mutantes têm uma aposta no futuro do Universo Marvel por qualquer meio necessário " !

"A X -Force retorna para a forma como a equipe sem medo de colocar suas mãos sujas e proteger a espécie", disse Axel Alonso, editor-chefe . "Mas, desta vez , a X-Force não está olhando para manter sua existência em segredo, eles querem enviar uma mensagem alta e clara para o mundo que a Nação Mutante não deve ser mexido com ".

18 de nov de 2013

O FIM DE FÁBULAS DA VERTIGO

O escritor Bill Willingham anunciou que seu trabalho na série Fábulas, da  DC Comics / Vertigo vai acabar na edição nº 150. A série derivada, Fairest, vai acabar um pouco antes disso.

"Depois de mais de 10 anos de publicação, e centenas de edições de Fábulas, e várias obras relacionadas, decidi que chegou o momento de iniciar o processo de trazer a nossa história arrebatadora a um fim",

Willingham promete que o final não será daqueles em que todo mundo morre, até porque ele pretende deixar uma brecha para, no futuro, fazer algum novo projeto com os personagens.


Na HQ, criada em 2002, os ícones dos contos de fadas vivem em Nova York, após serem expulsos do mundo de fantasia por uma criatura chamada apenas de Adversário. Os personagens com aparência humana e dinheiro, como as princesas, instalam-se na área urbana, enquanto os animais e outros seres ficam escondidos em uma fazenda.

O arco final da série durará nove edições, concluindo numa edição com o dobro de páginas.



ALEX ROSS NO 75º ANIVERSÁRIO DA MARVEL

A Marvel Comics anunciou que Alex Ross será o desenhista responsável pelas capas do 
75 º aniversário da editora ao longo de 2014, começando com Avengers #25
à venda em 15 de janeiro. 

Confere abaixo a capa da edição!

CALVIN E HAROLDO NA TELONA

Já faz mais de 15 anos que o cartunista Bill Watterson parou de produzir os quadrinhos de Calvin e Haroldo, mas nem por isso seus leitores deixaram as tirinhas na gaveta.

É esta a paixão que o diretor americano Joel Allen Schroeder, 33, quis retratar em seu primeiro filme, “Dear Mr. Watterson”, lançado nos cinemas dos EUA e disponível para compra pela internet.

As tirinhas, que narram a história de um menino hiperativo de seis anos e seu inseparável tigre de pelúcia- foram publicadas nos Estados Unidos de 1985 a 1995, influenciando uma geração de jovens da qual Schroeder faz parte, e surgiram de uma carta para Watterson que nunca foi além da primeira linha.

Em 2007, voltou-se às câmeras e passou a recolher depoimentos de fãs e quadrinistas que o ajudaram contando como Calvin influenciou suas vidas. Há declarações de artistas sobre como aprenderam inglês com as tirinhas, como esperavam pela edição de domingo para encontrar algo positivo entre os acontecimentos noticiados ou até como se tornaram cartunistas inspirados pela obra.

De acordo com o diretor, porém, o filme não é apenas uma carta de amor a Watterson: “Quero levantar a discussão sobre o poder dos quadrinhos como arte, como algo que tem um impacto real na vida das pessoas”, explica.

Além dos depoimentos, o documentário registra uma visita de Schroeder à Changrin Falls, nos EUA, cidade na qual Watterson cresceu, revelando a semelhança do cenário local com o dos quadrinhos. O diretor ainda passa pela biblioteca do condado, onde descobre obras do começo da carreira do cartunista.

No entanto, Bill Watterson, o próprio, não chegou a ser procurado. “Ele é uma pessoa muito discreta, que claramente prefere sua privacidade”, comenta. “Tive muito cuidado para não transformar o filme em uma busca por ele.”

O cartunista é conhecido por nunca ter permitido a comercialização da imagem dos personagens, impedindo que ela fosse vendida para estampar produtos. No documentário, o quadrinista Stephen Pastis lamenta que esta decisão tenha privado milhares de crianças de terem um tigre de pelúcia como Haroldo.

O filme, além de contar com as histórias de fãs, foi financiado por eles. A produção conseguiu arrecadar U$101 mil (cerca de R$ 235 mil) a partir de duas campanhas em um site de financiamento coletivo.

A carta para Watterson, afinal, não foi completamente engavetada: Schroeder enviou o filme pronto ao criador de Calvin e Haroldo. “Sei que ele viu e que apreciou nossas escolhas de não tornar o filme intrusivo. Isso foi muito gratificante para nós”, disse o diretor.

Fonte: Folhapress
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...